OS MANDAMENTOS TRAZEM ENTENDIMENTO.

“Pelos teus mandamentos, alcancei entendimento; pelo que aborreço todo falso caminho.” ( Salmos 114:104)


     A maior benção que o Senhor tem nos dado, são os Seus Mandamentos, e cumpri-los é uma grande dádiva.
Perdoar a quem nos ofendeu, amar nossos inimigos, bendizer os que nos maldizem, fazer bem a quem nos odeia e orar pelos que nos maltratam e perseguem, não existe nada mais recompensador.


     Toda revelação do Senhor é um mandamento para nós. Se o cumprirmos, alcançaremos o favor divino. Porém, se o desprezamos, não conseguiremos mais andar com Ele. Receber uma ordenança do Pai é ser colocado no caminho para obter entendimento de que precisamos para sermos vitoriosos em todos os sentidos.


     Uma das ordens de Deus para nós, Seu povo, é que perdoemos a quem nos ofende (Marcos 11:25). Ele não disse que isso deve ser feito somente quando a ofensa for pequena. A verdade é que, não importando o que nos tenham feito, perdoar traduz-se no ato mais recompensador que podemos experimentar.

     A ordem do Senhor é mais abrangente: temos de fazer o bem a quem nos odeia, temos que amar quem se tem colocado como nosso inimigo (Mt 5:44). Se não amarmos tal pessoa, ela não terá a oportunidade de sair das trevas e ir para a luz. O Altíssimo nos dá a graça de mar, quem quer ver a nossa destruição, e, por sua vez, iremos vê-lo chegar aos pés de Jesus e experimentar Seu amor.

     Para quem vive na carne e só quer aproveitar as bênçãos, essa ordenança é muito difícil de ser praticada. No entanto, para nós, servos de Deus, é fácil cumpri-la. Basta deixarmos que Ele nos use.

     Quem guarda os mandamentos alcança sabedoria e, portanto, deve aborrecer os falsos caminhos, que leva às decisões contrárias a vontade Divina. Alguns têm até conotações científicas; e outros, apelos religiosos.

     Todos eles, no entanto, por não estarem escritos na Palavra , devem ser não somente desprezados, mas também aborrecidos.

Pr. Washington Pinheiro Serafim
ADMC - Congregação de Porto Carreiro
Dirigente da Congregação